CONGRESSO APAESC 2017 JARAGUA DO SUL - manual de conduta
XVI CONGRESSO ESTADUAL DAS APAES DE SANTA CATARINA
VII FÓRUM DE AUTODEFENSORES e I ENCONTRO DE FAMILIAS
III ENCONTRO ESTADUAL DE PRESIDENTES DAS APAES DE SANTA CATARINA

04, 05 e 06 de Outubro – Jaraguá do Sul - SC

Regulamento/Manual de Conduta

  • Home
  • /
  • Regulamento/Manual de Conduta

MANUAL DE CONDUTA

Para utilização por funcionários das empresas responsáveis pela organização de eventos realizados nas dependências da Sociedade Cultura Artística – SCAR

Os responsáveis pela empresa de eventos que utilizam as dependências da Sociedade Cultura Artística – SCAR, comprometem-se a orientar os seus funcionários a tomarem as seguintes precauções quando estiverem no desempenho de suas funções nas instalações internas e externas da Sociedade Cultura Artística – SCAR:

  1. Utilizar material adequado para o desempenho das funções de transporte do material, como carrinhos com rodas e EPI – Equipamento de Proteção individual, entre outros;
  2. Não fumar e não consumir bebidas alcoólicas no interior das instalações;
  3. Não promover algazarra e som em alto volume e não pronunciar palavra de baixo calão;
  4. Não depositar material de qualquer espécie defronte as portas, na parte interna e externa bem como corredores;
  5. Tomar as devidas providências para forrar o piso com papelão de espessura grossa ou forração de carpete, antes de depositar material;
  6. Não jogar no piso, martelo, alicate, chaves ou outra ferramenta de uso pessoal;
  7. Não depositar material sobre o mobiliário;
  8. Não utilizar andaime sem rodas – não é permitido arrastá-lo;
  9. Utilizar das instalações elétricas seguindo as orientações contidas nas caixas de disjuntores – sob supervisão dos técnicos da instituição;
  10. Não arrastar material sobre o piso;
  11. Não estacionar veículos de carga e descarga na contramão e em mão-dupla na via pública;
  12. Não depositar material contra as paredes internas e externas;
  13. Não utilizar prego, grampo, cola ou outro material que venha a danificar as instalações;
  14. Não remover material fixo das instalações, tais como: luminárias, cortinas, extintores de incêndio, etc...
  15. Ao utilizar escadas, tomar o cuidado de protegê-las com pano, na parte que será encostada nas paredes;
  16. Não danificar instalações elétricas ou hidráulicas através de cortes de fiação e canalização para instalação de “extensão” ou gambiarra;
  17. Não obstruir as saídas, entradas e saídas de emergências, com material durante a instalação, desmontagem e no decorrer do evento;
  18. Ao final dos trabalhos da montagem e desmontagem, recolher toda a sobra de material ou madeira, tecido, papéis, restos de comida e bebida, acondicionados em saco de lixo;
  19. A Sociedade Cultura Artística - SCAR não disponibiliza por empréstimo qualquer tipo de material ou equipamento necessário para o desempenho das funções da equipe de funcionários da empresa de eventos;
  20. Toda e qualquer atitude a ser tomada que venha a causar dúvida a respeito da sua aplicação, deverá ser levada ao conhecimento da Secretaria da Sociedade Cultura Artística – SCAR.
  21. Observar as normas de segurança previstas em legislação pertinente:

NORMAS DE SEGURANÇA PARA EVENTOS

Segue abaixo as principais recomendações previstas pelas Normas Regulamentadoras, assim como normas internas de identificação, buscando um local de trabalho mais seguro para todos seus usuários:

  1. DISPOSITIVOS DE SEGURANÇA E EMERGÊNCIA

A CONTRATANTE deve garantir no projeto que, durante a montagem, utilização e desmontagem de seu EVENTO, as portas, hidrantes, saídas emergência e equipamentos contra incêndio ficarão totalmente desobstruídos de forma a garantir o livre acesso aos mesmos em caso de situações emergenciais, conforme define a NR 12.
A CONTRATANTE deve garantir que todo trabalho em altura seja planejado, organizado e executado por trabalhador capacitado e autorizado. Considera-se trabalhador autorizado para trabalho em altura aquele capacitado, cujo estado de saúde foi avaliado, tendo sido considerado apto para executar essa atividade e que possua anuência formal da empresa. Fica a cargo da CONTRATANTE a orientação e cobrança da utilização de Equipamentos de Proteção Individual, Acessórios e Sistemas de Ancoragem sendo estes absolutamente necessários, conforme definições da NR 35. Os Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), acessórios e sistemas de ancoragem devem ser especificados e selecionados considerando-se a sua eficiência, o conforto, a carga aplicada aos mesmos e o respectivo fator de segurança, em caso de eventual queda. Ainda, durante a execução da atividade, o trabalhador deve estar conectado a pelo menos duas cordas em pontos de ancoragem independentes.
Para maiores esclarecimentos, a CONTRATANTE deve observar as Normas Regulamentadoras abaixo:
- NR 35 - Norma Regulamentadora de Segurança em Altura;
- NR 10 - Norma Regulamentadora de Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade;
- NR 12 - Norma Regulamentadora de Segurança no trabalho em Máquinas e Equipamentos; 
- NR 18 - Norma Regulamentadora de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção.

  1. IDENTIFICAÇÃO DAS EMPRESAS E FUNCIONÁRIOS

Somente será permitido o acesso de funcionários e empresas terceirizadas pela CONTRATANTE para execução de trabalhos nos espaços contratados durante a montagem, realização e desmontagem do evento, desde que as pessoas estejam devidamente identificadas e/ou previamente autorizadas pela organização. Para o controle, todos os funcionários e participantes ficam obrigados a portar crachá de identificação. Não será permitida a entrada de funcionários sem sapatos, camisas ou tênis.

  1. OBSERVAÇÕES GERAIS DE SEGURANÇA

Espaço Panorâmico (EP):
- Durante a montagem: Usar equipamentos de segurança, não obstruir portas, saídas de emergência e equipamentos contra incêndio; não fazer ligação de cabos e outros com o painel energizado.
- Cenografia: O projeto cenográfico deverá respeitar saídas e saídas de emergência. Todo e qualquer projeto cenográfico que contemple a montagem de paredes, biombos e similares próximos às saídas e saídas de emergência deverá passar por aprovação prévia do responsável de segurança da SCAR.
- Iluminação e Sonorização: A SCAR dispõe no EP um disjuntor de 125 Ampères, localizado próximo à casa de máquinas dos elevadores, devendo ser ligado neste todos os equipamentos de som, luz etc., pois as tomadas do salão são de uso exclusivo de equipamentos de baixa potência.
- Elevador de carga: A SCAR dispõe de um elevador de carga e, para utilizá-lo, o CONTRATANTE deverá respeitar o limite de peso que é de 500kg e nomear uma pessoa responsável para fazer a operação.
- Rampas de acesso: Não é permitido a montagem de cenários e/ou decoração nas rampas de acesso ao EP.
- Decoração: É proibido o uso de velas, fogos de artifícios e/ou outros aparatos em combustão.

Grande Teatro (GT):
- Hall de Entrada: É proibido a colocação de mesas, estofados, bancos etc. neste espaço. Se acaso for necessário, deverá ser previamente informado ao responsável de segurança da SCAR, que irá avaliar as condições envolvidas.
- Rampas de acesso: Não é permitida a montagem de cenários, carpetes e/ou decoração nas rampas de acesso ao GT.
- Plateia: É proibido a colocação e instalação de câmeras, cenários e/ou sonorização, bem como espectadores sentados nas escadas do GT. Ainda, é proibido obstruir as saídas e saídas de emergência e também o acesso aos equipamentos de combate ao incêndio.
- Palco: Durante a montagem somente é permitida a permanência de pessoal técnico portando EPI’s. Todo o trabalho em altura deverá ser realizado por profissionais qualificados. É proibido o manuseio e uso de equipamentos técnicos da SCAR sem a presença e consentimento do técnico da SCAR responsável pelo local.
- Elevador de carga: O CONTRATANTE deverá respeitar o limite de carga que é de 1000kg e deverá nomear um de seus colabores que ficará responsável pelo uso do elevador.
- Docas de carga e descarga: As docas são de uso restrito à carga e descarga e suas portas deverão permanecer fechadas quando não estiverem em uso.

Pequeno Teatro (PT):
- Hall de entrada: É proibido a colocação de mesas, estofados, bancos etc. neste espaço. Se acaso for necessário, deverá ser previamente informado ao responsável de segurança da SCAR, que irá avaliar as condições envolvidas.
- Rampas de acesso: Não é permitido a montagem de cenários, carpetes e/ou decoração nas rampas de acesso ao PT.
- Plateia: É proibido a colocação e instalação de câmeras, cenários e/ou sonorização, bem como espectadores sentados nas escadas do GT. Ainda, é proibido obstruir as saídas e saídas de emergência e também o acesso aos equipamentos de combate ao incêndio.
- Palco: Durante a montagem somente é permitida a permanência de pessoal técnico portando EPI’s. Todo o trabalho em altura deverá ser realizado por profissionais qualificados. É proibido o manuseio e uso de equipamentos técnicos da SCAR sem a presença e consentimento do técnico da SCAR responsável pelo local.
- Docas de carga e descarga: As docas são de uso restrito à carga e descarga e suas portas deverão permanecer fechadas quando não estiverem em uso.

 

Ciente: _________________________________
Assinatura